Carlos Prazeres

  • Um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geração

Um dos mais requisitados maestros brasileiros de sua geração, Carlos Prazeres é regente titular da Orquestra Sinfônica da Bahia e regente convidado principal da Orquestra Petrobras Sinfônica (OPES), do Rio de Janeiro. Foi assistente de Isaac Karabtchevsky até 2012.


Tem dividido o palco com grandes nomes da música erudita e popular, a exemplo de Ramón Vargas, Antonio Meneses, Heléne Grimaud, Rosana Lamosa, Ilya Kaler, Jean-Louis Steuerman, Fábio Zanon, Augustin Dumay, Wagner Tiso, Gilberto Gil, João Bosco, Ivan Lins, Stanley Jordan e Milton Nascimento, entre outros. Como maestro convidado, dirigiu importantes conjuntos sinfônicos, entre os quais Orchestre National des Pays de la Loire (França), Sinfônica de Roma, Sinfonica Siciliana, Orquestra Cherubini, Youth Orchestra of the Americas, Junge Philharmonie Salzburg, Filarmônica de Buenos Aires, Filarmônica de Montevideo e Filarmônica de Bogotá. “Minha palestra não é para músicos, ela é voltada para o mercado corporativo e de marketing, se utilizando da orquestra sinfônica e sua forma peculiar de interação entre si e com a sociedade. 
Eu utilizo sim a música para abordar temas corporativos e inspiracionais, tais como as sinfonias de Bruckner, que muitas vezes parecem cansativas, porém ao final nos mostram o porquê de cada nota ter sido executada. 
No modelo mais completo da palestra, uma pequena sinfônica é convidada e atua ao vivo interagindo e participando ativamente do processo explicativo”
 

71 99633-0080 - 61 99987-0428

Voltar